Alunos da rede de ensino de Coruripe realizam prova de diagnóstico entre os dias 05 e 09 de abril

As provas serão on-line para os alunos que possuem acesso a internet e impressas para quem tem dificuldades de acessar as redes

Texto: Anne Rose/ Fotos: Arquivo 

A Prefeitura de Coruripe realizará entre os dias 05 e 09 de abril uma prova de diagnóstico on-line para os cerca de 12 mil alunos da rede municipal de ensino. A prova tem como objetivo verificar os níveis reais de aprendizagem dos alunos nesse início de ano letivo, para que assim, o planejamento possa ser feito de maneira mais eficaz.

O resultado irá nortear o trabalho quanto ao alinhamento dos conteúdos do plano de curso de cada escola, onde serão exploradas as habilidades prioritárias do ano letivo de 2021 e avaliadas as habilidades do ano anterior, que os alunos não conseguiram absorver.

“Atravessamos mais um ano atípico, onde precisamos iniciar as atividades remotamente, e desta forma para melhor atender os alunos da nossa rede nos programamos para realizar esse diagnóstico on-line, visto que, ainda não podemos avaliá-los presencialmente. Deste modo, a equipe interna da Secretaria Municipal de Educação elaborou avaliações que contemplam habilidades do plano de curso, estudadas por nossos alunos no ano anterior, para que desta forma pudéssemos verificar na íntegra se estariam aptos a cursar a série atual”, explicou a gerente Administrativa e Pedagógica (Semed), Fabiana Rocha.

As avaliações serão enviadas ao celular dos alunos (ou responsáveis) através de um link do formulário Google Forms, pelos grupos de WhatsApp de todas as séries, exceto a educação infantil e Educação de Jovens e Adultos (EJA), que receberão as provas impressas nas escolas junto com os alunos de todas as séries que não tem acesso à internet.

O secretário de Educação de Coruripe, Djalma Barros, falou sobre a importância da realização da avaliação.

“A avaliação de diagnóstico é muito importante para a retomada das aulas. Esse ano em especial ela será fundamental, visto que em 2020 o nosso alunado estudou o ano inteiro de forma remota e como essa situação é atípica, é necessário mapear os pontos fortes e as dificuldades enfrentadas por eles. Para com isso, planejar melhor, buscar estratégias de recuperação da aprendizagem e direcionar os professores nas ações individuais ou coletivas com foco nos resultados desejados”, destacou o secretário.