Prefeito Joaquim Beltrão declara emergência em saúde pública no munícipio de Coruripe

 

O prefeito Joaquim Beltrão tornou público, na manhã de hoje (18), o Decreto de nº 1147/2020, que declara Emergência de Saúde Pública no munícipio de Coruripe e disciplina as medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19).

O anúncio do decreto, que leva em consideração a declaração de emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS) e as regulamentações do Ministério da Saúde e Governo de Alagoas, aconteceu no gabinete do prefeito com transmissão ao vivo para as rádios locais, para as redes sociais da prefeitura e outros veículos de comunicação digital de grande repercussão no município.

O momento contou com a participação do secretário de Saúde Everaldo Vieira e do pároco de Coruripe Padre Menete Severiano. Na oportunidade, os presentes responderam também às perguntas do público e tiraram dúvidas.

O decreto define algumas medidas temporárias adotadas pelo órgão municipal, a saber: suspensão das aulas da rede municipal de ensino até o dia 31 de março, reagendamento de consultas e exames, exceto para casos de urgência e emergência, suspensão das atividades das academias de Saúde e do CAPS, ficam suspensas as atividades do CRAS CREAS e demais programas da Secretaria de Assistência Social.

O atendimento ao público nas repartições públicas do município será reduzido, com controle e restrição de acesso evitando aglomerações. Os funcionários públicos farão rodízio de trabalho e/ou teletrabalho a ser definido por cada chefia, sem prejudicar a continuidade dos serviços, ficam suspensas as viagens à trabalho de servidores municipais para locais de área com transmissão sustentada ou transmissão local o vírus, os servidores que compõem o grupo de risco poderão solicitar afastamento de suas atividades em comum acordo com a chefia de seu setor.

Ficam suspensos também, a partir de hoje (18), todos os eventos públicos de qualquer natureza, seja de iniciativa pública ou particular, independentemente do número de pessoas aglomeradas. Os pacientes que anteriormente retiravam medicações de uso contínuo na Farmácia da Secretaria de Saúde para 30 dias poderão retirar para 90 dias, evitando o retorno ao setor.

“O decreto regulamenta algumas diretrizes que devemos seguir, porém o que vai fazer a diferença é a conscientização das pessoas. A prevenção precisa ser prioridade em nossas vidas a partir de agora. Devemos nos distanciar para em breve nos unirmos e, com medidas simples, como lavar as mãos com água e sabão, higienizar os utensílios de uso diário e as mãos com álcool gel e se distanciar de aglomerações, podemos evitar com que esse vírus chegue ao nosso município”, destacou o prefeito Joaquim Beltrão.