Secretaria Municipal de Saúde promove o 1º Encontro de Assistência Pré-Natal entre PSF e Referências

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promoveu na última semana no auditório da Adelisco o 1º Encontro de Assistência Pré-Natal entre PSF e Referências’. O evento contou com a presença de médicos e enfermeiros da Atenção Básica, de profissionais do Hospital Carvalho Beltrão, UPA Coruripe e foi uma troca de experiências e de trabalho entre esses profissionais acerca do tema apresentado.

Iniciando os trabalhos Neila Sabino, assessora de Atenção Básica em Saúde da SMS fez a apresentação “Abrimos hoje essa roda de conversa com intuito de contribuir com informações adicionais para a equipe de Atenção Básica do município. O pré-natal deveria começar antes de a mulher engravidar e terminar no pós-parto e todos os atores envolvidos com isso precisam ter uma visão ligada ao bem estar do paciente acima de qualquer coisa. Cada um com seu ponto de atenção direcionado para essa mulher e temos que sempre conversar sobre como está nossa assistência de pré-natal em relação à atenção básica”, avaliou a coordenadora.

Após as apresentações e falas dos servidores municipais, Grazielle Abdalla enfermeira obstetra do Hospital Carvalho Beltrão, Thamara Alves gerente de enfermagem da UPA Coruripe juntamente com Dr. Hiran Maia Vieira médico que responde pela área de ginecologia e obstetrícia de alto risco, ministraram a parte correspondente a seus processos de trabalho a frente da pauta do encontro.
Houve espaço para que médicos e enfermeiros fizessem perguntas focadas em situações vivenciadas como, por exemplo, fatores de risco que podem ser determinantes nos desfechos da gestação e aumentar a qualidade do acompanhamento.

Todos os questionamentos foram esclarecidos pelos palestrantes. “É muito importante que todos nós falemos a mesma língua. Informação nunca é demais e com esse tipo de encontro demonstramos que todos nós enquanto profissionais queremos o mesmo, ofertar um atendimento de excelência para a população”, completou a enfermeira do Hospital Carvalho Beltrão, Grazielle Abdalla.
As Unidades Básicas de Saúde (UBS), popularmente conhecidas como postos de saúde são locais onde o cidadão pode receber os atendimentos gratuitos essenciais em saúde da criança, da mulher, do adulto e do idoso, além de odontologia, requisições de exames por equipes multiprofissionais e acesso a medicamentos.

As UPAs dão conta de atender, sem a necessidade de encaminhamento ao pronto-socorro hospitalar, uma grande parcela dos pacientes que as procura. Nessas unidades, o usuário é avaliado de acordo com a classificação de risco, podendo ser liberado ou permanecer em observação por até 24 horas ou, se preciso, ser removido ao hospital de referência.