Dia Mundial de Combate à Tuberculose é lembrado com palestras

As equipes de saúde da família das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Centro e do Cruzeiro em parceria com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) Centro realizaram hoje (24), Dia Mundial de Combate à Tuberculose, palestras para lembrar a importância da data.  A ação teve como objetivo informar a comunidade como fazer a prevenção e também o tratamento da doença, bem como mostrar o quão grave pode ser se não for tratada de maneira adequada.

Sobre a doença

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas também pode acometer órgãos como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro).

Sintomas

De acordo com o Ministério da Saúde, os sinais e sintomas mais frequentes são:
Tosse seca ou com secreção por mais de três semanas, podendo evoluir para tosse com pus ou sangue, cansaço excessivo e prostração, febre baixa geralmente no período da tarde,
suor noturno, falta de apetite, emagrecimento acentuado, Rouquidão.

Prevenção e Tratamento
A vacina BCG é obrigatória para menores de um ano, pois protege as crianças contra as formas mais graves da doença. A melhor forma de prevenir a transmissão da doença é fazer o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível. Com 15 dias após iniciado o tratamento, a pessoa já não transmite mais a doença. O tratamento deve ser feito por um período mínimo de 6 meses, diariamente e sem nenhuma interrupção. O tratamento só termina quando o médico confirmar a cura total do paciente.

Sobre a data – Dia Mundial de Combate à Tuberculose

A data foi criada em 1982 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em homenagem aos 100 anos do anúncio do descobrimento do bacilo causador da tuberculose, ocorrida em 24 de março de 1882, pelo médico Robert Koch.