Passeata alerta comunidade sobre luta antimanicomial no município

Na manhã de hoje (19), a Prefeitura Municipal de Coruripe, através da Secretaria de Saúde e Centro de Atenção Psicossocial (Caps), promoveu uma passeata alusiva ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, que é comemorado no dia 18 de maio. Dezenas de pessoas, entre pacientes, seus familiares e funcionários do Centro, percorreram ruas da cidade exibindo faixas e distribuindo folders educativos. O objetivo foi divulgar a reforma no tratamento psiquiátrico, que torna os atendimentos mais humanizados, e reforçar a importância da participação da família e da sociedade no acompanhamento dos pacientes. “Diferentes, sim; loucos talvez; excluídos jamais”, defendia o grupo.

Essa já é a quarta caminhada promovida no município e segundo a coordenadora do Caps, Maria Alice Carvalho, o movimento tem sido muito importante na conscientização da sociedade. “Hoje, mostramos a luta que temos enfrentado contra o preconceito. O Caps veio para cuidar dos usuários e tira-los das prisões que são alguns hospitais psiquiátricos”, afirmou.

A terapeuta ocupacional Kaline Sheila reforçou que a saúde mental é um direito de todos. “No Caps, nós não tratamos a doença, nós exaltamos a saúde. Não queremos mandar mais ninguém para os hospitais psiquiátricos, queremos devolver a alegria de viver aos nossos usuários”, disse ela.

“A sociedade ainda é muito preconceituosa. As pessoas precisam se conscientizar que os usuários do Caps são cidadãos normais e que precisam ser inseridos na comunidade, só precisam de mais atenção e carinho,” disse o secretário de saúde, Djalma Breda.